Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Mel de Queiró e Rosmaninho Serramel
300g | 500g | 1100g

O Mel de Queiró e Rosmaninho é um mel de cor âmbar, aromático e com um ligeiro paladar a urze que provém das serras do centro e sul de Portugal.

Recebeu a Medalha de Prata no Concurso Nacional de Mel de 2010 e de 2017.

TEXTO DO FOLHETO

Estamos em 1898 e Jorge de Almeida Lima adquire e explora as suas primeiras colmeias na Quinta do Lameiro, em S. Domingos de Benfica, Lisboa. Em 1974, os seus trinetos iniciam-se na actividade apícola quando decidem recuperar as velhas colmeias.
Primeiro na Quinta do Lameiro e, a partir de 1979, na Serra da Malcata, instalando a sua empresa em Penamacor.

As Serras de Portugal, para além da sua enorme beleza, são muito ricas em plantas melíferas e oferecem-nos alguns dos melhores méis do país.

A sul, nas serras do Algarve, predominam as flores de rosmaninho (Lavandula stoechas) e algumas urzes.
As serras do centro de Portugal, como a Serra da Malcata, são ricas em urzes queiró (Erica umbellata) e torga (Erica australis), castanheiros e rosmaninho nas encostas mais baixas.

No norte do país, as serras estão cobertas de urzes.

Nas serras do centro e norte, Serramel produz e selecciona o Mel de Queiró e Castanheiro – um mel de cor escura e um característico paladar a urze, atenuado pela presença de castanheiro e o Mel de Urzes – um mel de cor escura, aroma intenso e paladar doce com notas amargas.

O Mel de Queiró e Rosmaninho – um mel de cor âmbar, aromático e com um ligeiro paladar a urze, provém das serras do centro e sul de Portugal.

Nas regiões montanhosas a sul da Serra da Malcata, produzimos o Mel de Rosmaninho da Beira Baixa – um mel de cor clara e sabor suave e aromático.